• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

Do Médium o equilíbrio psicológico e o controle de suas emoções (05/10/2011)

O equilíbrio emocional e psicológico é fundamental para a garantia da saúde física, do equilíbrio de todas as funções do organismo. Qualquer tipo de sentimento que flua de maneira negativa ou prejudicial ao organismo acarreta em disfunção de algum órgão ou estrutura. Torna-se então necessário um maior conhecimento de suas sensações próprias, para evitar qualquer dano, ou seja, qualquer doença em curto ou em longo prazo.

Esse olhar maior para o próprio “eu” se torna ainda mais importante quando se trata de Médiuns. Sendo assim, todos os Filhos que fazem parte dos trabalhos médicos espirituais devem se auto-examinar e descobrir o que de fato está sentindo por dentro, e qualquer angústia, rancor, ódio, se existirem devem servir de motivo para um pedido de ajuda.

Ninguém deve se sentir “menor”, pior ou inferiorizado se tiver algum incômodo, muitos menos se quiser pedir auxílio. Muito pelo contrário, reconhecer e ter a coragem de dizer que precisa de ajuda é uma grande demonstração de humildade e quem tem esse princípio, essa virtude, tem tudo. Acompanhado dela, outros bons princípios caminham juntos e assim as portas da vida se abrem com maior facilidade, objetividade e clareza.

Voltando aos Médiuns que fazem parte dos trabalhos de cura espiritual, uma consciência mais sincera sobre qual tipo de sentimento realmente está fluindo sobre você e sua consequente ação contrária a ele (se necessário) fortalece não apenas o seu próprio espírito, mas sim todo o grupo. Em consequência a isso, a ligação da energia feita entre seu Mentor e o seu espírito será mais intensa e mais pura, acarretando em uma melhor troca de energia entre seu Mentor e a falange de Entidades médicas que estão sobre o Templo, finalizando em uma interação muito mais forte com a luz vinda de Oxalá. Com tudo isso, o trabalho realizado com certeza terá uma melhor qualidade. Quem se beneficia disso? O paciente, que receberá um trabalho espiritual melhor; o Médium, que conseguirá trabalhar de maneira mais vibrante e pura; o Mentor espiritual, que conseguirá agir com mais liberdade, fluidez e intensidade; a Corrente Médica, que conseguirá uma melhor resposta e interação com os trabalhos feitos na terra; e Oxalá, que conseguirá, através dos encarnados, ensinar a fé e a caridade àqueles que delas se ausentam.

Percebe-se que um simples gesto de humildade pode influenciar de diversas maneiras a evolução dos trabalhos espirituais, além do resultado da revitalização e energização sobre aquele que veio em busca de ajuda, de saúde e, por vezes, de atenção, mas principalmente de amor. Amor é o ingrediente mais eficaz na composição da cura. Todo o conglomerado médico envolvido nesses trabalhos quer ajudar. As entidades estão dispostas e ansiosas para tal, para cada vez mais combater as enfermidades, sejam elas decorrentes de uma anormalidade física, emocional-psicológica ou espiritual. Quando se trata de um grupo de pessoas, o equilíbrio emocional torna-se mais importante ainda e o primeiro grande passo para sua existência é manter sempre o respeito ao próximo, compreendendo a maneira do outro se expressar, tentando sempre captar com a máxima atenção a mensagem que está por vir. 

No caso de um grupo de pessoas que estão mexendo com a espiritualidade de forma direta, como nos trabalhos médicos espirituais ou mesmo nas giras semanais, o respeito ao próximo merece uma atenção maior ainda. Os Médiuns devem ter um ao outro como em uma fraternidade, ou seja, como em uma convivência amorosa e harmoniosa, uma relação de irmandade, igualdade e amor ao próximo, formando uma família. Porém, uma família de escolha, sem discórdias, tendo-na com um conceito diferente do convencional em que família é algo imposto, no qual nem sempre as pessoas se entendem, sendo dominado por discóridas.

Portanto, para um melhor resultado dos trabalhos espirituais, sejam eles médicos ou não, e para uma melhor evolução da humanidade, a humildade e o respeito ao próximo devem fazer parte do dia-a-dia de cada um. Se ausentar de sentimentos ruins, sejam eles contra os outros ou contra si mesmo, é fundamental para uma melhor troca de energia entre os planos superiores a nós. Entender, compreender e ensinar aos outros aquilo que se aprende, determina a continuidade de um ciclo sem fim, que vai se expandindo e envolvendo natural e gradativamente àqueles que estão ao seu lado.

Texto baseado na mensagem proferida pela Entidade Dr. Fritz, no dia 05/10/2011 no TEUCPV redigido por Ricardo Moreno