• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

Interação entre falanges de Esquerda e Linha Médica

A Linha Médica apresenta uma proximidade muito grande com Oxalá, não possuindo então muita ação sobre espíritos malignos. Quando há necessidade de algum tratamento de cura espiritual em um corpo com muita energia negativa acumulada, a ação Médica Espiritual não tem muito efeito, e tanto a longo quanto a curto prazo, seu resultado final será aquém do necessário e do esperado. Mesmo durante os atendimentos Médicos no TEUCPV, torna-se necessária a presença de Médiuns com aptidão, experiência e firmeza suficientes para descarregarem algum mínimo de energia negativa presente na matéria, antes, durante e/ou após os trabalhos de cura em si.

 

As Entidades Médicas possuem sim, uma força muito grande, uma intensidade de luz inimaginável, mas que, perante as energias oriundas das trevas, encontram uma barreira, um escudo para sua atuação. Fortalece-se então o conceito umbandista das Entidades trabalharem em conjunto, sejam de Direita ou de Esquerda. Muitos possuem o falso conhecimento estereotipado de que Exus são espíritos ruins e que só fazem o mal, mas a Umbanda prova o contrário sem esforço algum. Que tipo de espírito ruim descarregaria energias negativas para ajudar um outro espírito?

Até Entidades de Direita podem agir sob a farta presença de energias negativas, mas as Médicas não, ou melhor, não de maneira efetiva. Cada Orixá e Entidade possuem as suas especialidades, assim como os Mentores Médicos, e cada um deve respeitar o seu espaço, respeitar o seu campo de ação. E na Umbanda esse respeito existe, não é a toa que os trabalhos realizados no TEUCPV, tanto Médicos, quanto de Direita e Esquerda, cursam com maestria e objetividade.

A verdadeira força que um Templo de Umbanda pode ter depende da interação firme e harmoniosa entre as Entidades e Orixás, ou seja, as linhas de Direita, de Esquerda e Médica não atuam isoladamente, não possuem seus espaços físicos no Templo como salas de escritório. O Congá do Terreiro atua como o foco principal de toda energia que emana ocupando toda a Casa, nele está concentrada a força de cada Orixá e das Entidades que chefiam a Casa, no caso o Caboclo Pena Verde no comando e a Cabocla Jurema na chefia de Direita da Casa. Qualquer fluido de energia oriundo de Oxalá ou de qualquer outro Orixá passará pelo Congá antes de se disseminar pelo Templo. Em contra partida, toda carga negativa proveniente ora das trevas, ora das pessoas que frequentam a Casa escorrem para o plano espiritual da Esquerda. No TEUCPV, toda essa limpeza da Casa é regida pelo Exu Sete Encruzilhadas, no comando e Exu Meia Noite na chefia de Esquerda da Casa, suas falange e as demais falanges de Esquerda que com eles trabalham. Tem-se então um fluxo de energia praticamente constante em que Sete Encruzilhadas e Meia Noite, eliminam da Casa as cargas negativas e Oxalá a alimenta com sua luz branca, através da Direita comandada pelo Caboclo Pena Verde e chefiada pela Cabocla Jurema, todos obedecendo a uma hierarquia espiritual bem coordenada, respeitosa, leal e bem alinhada aos objetivos propostos.

Acrescido a isso e desta forma, as Entidades de Direita e as Médicas agregam maior capacidade de energia, iluminando ainda mais a Casa, fortalecendo-a cada vez mais, criando ao redor do Templo uma espécie de coroa de luz, iluminando cada espírito que por lá passar. Cada Entidade ou Orixá tem sua função, mas o espaço de ação é o mesmo, bem como o objeitvo, ou seja, atuar na vida terrena através do espaço físico do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde e disseminar as Leis da Umbanda, ditadas por Oxalá e assimilada pelas Entidades. Cabe aos Médiuns e Assistência da Casa, fecharem esse ciclo de interação, colocando em prática todos os conceitos e aprendizados que a Umbanda lhes propõe.

Seguindo o raciocínio de especialidades, tem-se que nos trabalhos Médicos, dependendo de qual mal está afetando a matéria, a respectiva especialidade Médica é chamada. E assim, só assim, os filhos que aqui vem pedir ajuda acabam por sentir mudanças, e para melhor. E quanto mais os Médiuns se expõem aos trabalhos Médicos, mais intensos eles se tornam. Assim, cada vez mais pacientes saem curados e, consequentemente, outros pacientes vem em busca de auxílio. Quanto maior a diversidade de pacientes, mais especialidades médicas vão se tornando necessárias a estarem presentes, cujas Entidades vão cada vez mais se aproximando da Corrente, fortalecendo-a.

Porém, a velocidade de resposta ao trabalho Médico espiritual varia de um paciente para outro, uns mais rápidos outros nem tanto, mas respondem, mesmo que em graus diferentes. A fé e o respeito ao trabalho de cura espiritual são essencias à garantia de um bom resultado, bem como o bom prepraro da equipe mediúnica. Da mesma maneira que energias negativas funcionam como um escudo, a ausência de uma confiança total sobre os trabalhos agem de maneira semelhante. O espírito do paciente deve estar em completa sintonia com os dos Médiuns, bem como das Entidades e Orixás presentes, pois qualquer ação contrária a esse fluxo energético torna o trabalho ineficiente.

Como se pode ver, essas características da resposta dependem da receptividade do paciente, sendo geralmente mais fácil trabalhar em crianças do que em adultos, que geralmente possuem uma resistência maior às mudanças e à aceitação de críticas. Quanto mais velha a pessoa, mais fechada ela se torna aos conselhos e é exatamente nesse ponto que deve prevalecer à humildade. Não é porque se viveu anos e anos com as mesmas caracteristicas, geralmente vícios considerados incorrigíveis pelas pessoas, que se deverá viver com elas até o fim da vida. Muito pelo contrário, defeitos na vida terrena devem ser corrigidos na vida terrena, pois este é o propósito de se estar neste plano, para assim garantir a evolução espiritual e o preparo para uma nova missão após passagem pelo plano espiritual: isso é Umbanda, é evolução, é espiritualidade pura perante as Leis de Oxalá.

A humildade permite uma maior e melhor assimilação de conselhos e orientações, permite uma melhor reflexão e uma avaliação crítica mais justa sobre a realidade, permite  a aceitação de seus defeitos e a disposição para corrigi-los.

Bom senso, humildade, coerência e, principalmente, respeito devem fazer parte de seus princípios e serem usados sempre, em especial frente a conselhos Médicos Espirituais e no desenvolvimento mediúnico.

Texto criado por Ricardo Moreno, Ogã e Médium da Linha Médica do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, baseado em mensagem proferida por Dr. Fritz em 28/10/2010.