• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

A importância dos ensinamentos espirituais da Umbanda na formação religiosa dos jovens de hoje

Tomando como referência o Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, nota-se a crescente procura dos jovens pela religião Espírita, e neste caso pela Umbanda, em busca de alento, algo a que se apegar e principalmente respostas para suas dúvidas e questionamentos, que não encontraram em outras religiões ou mesmo em seus lares, ambientes de estudo e trabalho.

Está também dentro deste contexto de busca, um respaldo que lhe traga confiança e proteção para que possam evitar tropeços que os levem a procurar alternativas obscuras e enganosas no caminho dos vícios para compensação de suas carências e fraquezas, levando-os a um grande sofrimento e um tormento sem fim, arrastando com eles suas famílias e amigos, bem como sufocando e aniquilando suas vidas. Ou mesmo se fazendo levar pelo devotamento fanático incutido por doutrinas, seitas ou mesmo religiões sem história, de fundamentos duvidosos, originária de mentes desequilibradas no aceno ao mal vindo de uma espiritualidade sem luz e zombeteira que usam da pregação de magias e viagens inconscientes a lugares imaginários e inexistentes, muitas vezes também induzidos pelo uso de drogas alucinógenas que trás um alivio momentâneo a suas crises de existência, cujos efeitos de dependência são ainda maiores em razão do mal dobrado pelo efeito das drogas e aprisionamento pelos espíritos malignos que se satisfazem com o esvaziamento da luz e a destruição das vidas destes jovens.

Já houve tempos que os pais somente procuravam uma Casa Espírita e, mesmo assim, como ultima alternativa, quando suas crianças ou jovens, apresentavam alguma faculdade mediúnica, como clarividência, intuição, sensitividade, ou qualquer outro manifesto de sensibilidade não compreensível e fora dos padrões. Atualmente esta procura é mais consciente, pois os mesmos possuem maior esclarecimento e conhecimento sobre a espiritualidade em razão da diversidade de matérias sobre o tema vinculados em livros, meios de comunicação, Internet, obras espíritas transformadas em filmes e outros, quebrando mistérios, misticismos e dogmas, bem como desfazendo a relação com o mal, divulgada por pessoas e meios inescrupulosos e discriminadores que levados pela ignorância ou mesmo pelo objetivo sórdido de estabelecer uma má reputação e aversão aos menos esclarecidos, buscam desta forma arrebatá-los, guiando-os para outros caminhos. Porém ao longo do tempo o Espiritismo, assim como a própria Umbanda vêm lenta e solidamente ocupando espaços de forma concreta, mostrando um trabalho sério e responsável na prática da caridade e do bem e principalmente na doutrina e cuidados com o trato do espírito e sua evolução que é a única forma de transformar e melhorar o ser humano. Desta forma vem calma e mansamente despertando um interesse que vem se tornando cada vez mais abrangente e reconhecido pela humanidade.

A religião em si, era usada principalmente para pregar o temor a Deus, quando, haveria uma punição caso fosse cometido algum “pecado”, e a penitência atribuída não fosse cumprida ou mesmo no pedido sob promessa aos Santos da Igreja, com a realização de novenas e encontros de oração para intervir e ajudar a superar os conflitos familiares e proteger os filhos de vícios e outros perigos eminentes. Nos dias de hoje, de uma forma menos frequente e usual ainda trás os traços de louvor aos Santos através de eventos públicos, concentrando-se mais nas missas para grandes massas e cânticos usando de uma linguagem e recursos mais modernos, promovendo encontros em retiros de orações e evangelização, muitas vezes fazendo e inovando somente como forma de combater a concorrência evangélica que atua na mesma linha ou de forma mais arrebatadora. Não podemos negar que esta também é uma forma de fazer com que os jovens tenham uma ocupação religiosa que os afasta do mal caminho, porém não dá a eles o conhecimento da espiritualidade em seu conceito mais amplo e verdadeiro que os levará a uma maior preocupação com sua orientação e crescimento espiritual, mudando seus valores, tornando-os mais dinâmicos na prática de uma caridade mais consistente e voltada ao amor a seu próximo.

Atualmente uma grande parte dos jovens procura assumir sua própria identidade e se dão o direito de optar por uma crença ou religião sem qualquer imposição dos pais ou da família. Colocam em prática sua liberdade de escolha não se deixando mais induzir, visto que, possuem ou conscientemente buscam compreensão suficiente para suas necessidades físicas e espirituais. Para estes jovens a religião não supri sua necessidade de informação e esclarecimento de ordem espiritual e, em muitos casos passou a atender interesses pessoais de alguns indivíduos ou grupos que usam da ignorância e crença inocente de seus seguidores para atingir seus propósitos que de nenhuma forma leva a formação e orientação espiritual.

Por outro lado, para o jovem a religião é um complemento da fé e vai além do conceito de religião. Ter fé é ter o conhecimento e a aceitação interior de algo que lhe traz confiança, bem estar, segurança, proteção, bem como, respaldo e respostas que fundamentem suas descobertas sensitivas e outros fatores que podem ser de origem mediúnica, mas que por si só não conseguem definir, tornando às vezes esta sensibilidade tão sublime, este dom dado por Oxalá, em um incomodo. Eles se impõem em suas próprias convicções e pontos de vista, procurando algo no que acreditam profundamente, que lhe faça sentido e responda a suas dúvidas e anseios.

Hoje, podemos dizer aos pais e aos jovens, que a vida espiritual é o caminho para estas respostas, que é tão importante quanto ao alimento do corpo, os pais devem alimentar seus filhos com os valores espirituais, tais como, respeito, confiança, humildade, motivação, dignidade, ética, solidariedade, conscientizá-los quanto a seu papel no mundo, assim como da realidade do mundo no qual vivem, permitindo com que eles consigam incluir-se nesta realidade conhecendo e aceitando suas limitações na tentativa de superá-las, e não se colocar a espera de um milagre como se pregava em outras épocas.

Na Umbanda a espiritualidade, explica os princípios e as leis da vida, com igualdade para todos, claro que cada um dentro de seu grau de maturidade e evolução terá diferentes formas para conceituar o respeito às limitações de seus semelhantes, porém todos devem estar em harmonia com os princípios ensinados, assegurando a livre iniciativa de pensar e agir, como melhor se sentir, sem julgamentos, crítica ou moralismos hipócritas criados pelos homens em religiões de pura intencionalidade.

Porquê os ensinamentos e doutrina espiritual através da Umbanda?

Para que se encontrem como pessoas e identifiquem com clareza qual o seu lugar, sua missão neste mundo, seu papel para a espiritualidade. Com este entendimento passará a agir melhor e com propósito, podendo melhor compreender seus semelhantes, vivendo de forma mais justa e harmoniosa, tornando-se mais solidário, aguçando seu grau sensitivo, menor apego material, desenvolvendo uma maior ligação e respeito pela natureza e com isto fazendo fluir de seu íntimo o efeito e a luz do amor que cada ser humano traz dentro dele.

Todos sejam crianças, jovens e adultos devem cultivar estes valores, ensinamentos e visão das necessidades do espírito, pois este é o propósito maior neste mundo, pois somente através deles pode-se atingir a verdadeira e concreta evolução espiritual, somente com esta consciência poderá dar sentindo a nossa existência e consequentemente a existência do espírito.