• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

Ritual de Casamento

OBJETIVO

Definir a prática do casamento adotada pelo Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde seguindo os preceitos da Umbanda.


DEFINIÇÕES

O ritual de casamento realizado no Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde tem como principal fundamento a união e fortalecimento dos espíritos que permitam uma relação de vida a dois mais consistente e duradoura, onde todo ensinamento da Umbanda relacionado a uma convivência amorosa, respeitosa e de compromisso mútuo, preserve a felicidade do casal e sua capacidade no ensinamento, educação de seus descendentes, bem como no fortalecimento dos laços entre suas famílias.

O Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde entende o casamento como a continuidade de uma missão ou resgate de vidas anteriores, trazendo o compromisso de vencer todos os obstáculos ou dificuldades que se apresentarem, assim como dividir os momentos de felicidade, conquistas, superação das diferenças que em outras vidas foram motivos de discórdia que levou a quebra do compromisso assumido.

A união de espíritos tem por princípio a ajuda na busca pelo aprendizado e crescimento espiritual, onde um auxiliará o outro na correção de suas falhas e defeitos, tornando-os espíritos mais evoluídos quando de seu retorno ao plano espiritual.

O casamento na Umbanda terá continuidade dentro de seus preceitos e ensinamentos caso haja a presença contínua do casal no Templo durante toda sua vida.

DO RITUAL

  • Antes da chegada dos filhos e convidados deverá ser feita a firmeza de Direita e Esquerda do Templo.
  • A Cerimônia de casamento deve ser informada com um mês de antecedência, sendo de responsabilidade do casal a contratação de eventual serviço cerimonial, tais como fotógrafo, decoração e recepção.
  • O casamento é realizado pela Entidade Chefe de Direita Cabocla Jurema e é exigida a presença de todos os Filhos de Santo e o acompanhamento de todos os Ogãs devidamente uniformizados, portando todas as suas guias, exceto as de esquerda e devidamente coroados.
  • As cores da decoração e vestimenta dos noivos devem ser de acordo com o Pai de cabeça do noivo e a Mãe de cabeça da Noiva.
  • Os filhos de Santo estarão posicionados formando um corredor, empunhando uma espada de São Jorge, cruzando-as sobre a cabeça dos noivos quando da sua passagem ao se dirigirem em direção à Cabocla e na saída da cerimônia.
  • O noivo será recepcionado com o ponto de seu Pai de cabeça e a noiva com o Ponto de sua Mãe de cabeça até a entrada do Terreiro e entrarão juntos no mesmo, acompanhados pelo Hino da Umbanda e na saída com o Ponto de Oxalá. Os padrinhos já deverão estar posicionados dentro do Terreiro antes da entrada dos noivos e serão orientados quando do momento da imposição das mãos na benção ao casal, além da constante vibração positiva emanada por eles ao longo da cerimônia.
  •     A Cabocla Jurema realizará toda a cerimônia assessorada por seus cambones e auxiliares que levarão a ela no momento certo os elementos utilizados na realização da união do casal em corpo e espírito. São eles: água da cachoeira, água do mar, sal grosso e fitas na cor correspondente ao pai e mãe de cabeça dos noivos.
  • Após a benção final da Cabocla Jurema os noivos e seus respectivos padrinhos deverão assinar o Livro de Ata para oficialização da União.
  • Ao término da cerimônia os filhos posicionam-se novamente empunhando as espadas cruzadas sobre os noivos.
  • A decoração do Congá deverá ser feita exclusivamente por um filho de Santo indicado, utilizando o material providenciado antecipadamente pelo casal.
  • Após a cerimônia os noivos receberão os cumprimentos dos filhos de Santo e convidados na Área Comum do Templo.


4. RITUAL DE BATISMO NA UMBANDA.
4.1. OBJETIVO

Definir a prática do Batismo adotado e realizado no Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde seguindo os preceitos da Umbanda.
4.2. DEFINIÇÃO

Batismo é um ritual de iniciação na Umbanda, por opção dos pais quando do nascimento de uma criança, por orientação das Entidades por razão de uma necessidade de firmeza espiritual ou por opção pessoal, estas podem ser de um Filho de Santo ou de um participante da assistência adotando a Umbanda como religião.

O Batismo na Umbanda é a afirmação da vocação religiosa no encaminhamento para o desenvolvimento mediúnico voltado aos preceitos e ensinamentos pregados pela Umbanda, definindo junto a espiritualidade as tendências e características dos médiuns, preparando-o para o exercício das atividades na corrente do Terreiro.

O Batismo tem também como propósito principal o apadrinhamento por Filhos de Santo ou não, porém orientados para a doutrina espiritual, no encaminhamento do afilhado dentro da religião que servirá como guia em sua vida pessoal.

O Batizando terá após sua afirmação o acompanhamento, proteção e firmeza de todos os Orixás, assistindo-o dentro de seus respectivos campos de atuação, abrindo caminhos, cortando demandas, preservando à saúde, a justiça, êxito e sucesso pessoal em todos os aspectos de sua vida durante toda sua jornada neste plano.
4.3. DO RITUAL

No Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde a cerimônia de Batismo será realizada sempre no Santuário de Umbanda do Montanhão, pela linha de Preto Velho, pois este é um dos desígnios na missão desta Entidade de grande sensibilidade e conhecimento do íntimo, necessidades do ser humano ou do espírito encarnado, isso podendo transmitir a ele toda energia emanada do campo espiritual, através dos Orixás.

A Entidade de Preta Velha Vovó Catarina é assistida pelos cambones e auxiliares que providenciarão os elementos utilizados para o Batismo, são eles:

    Sal grosso - para fechar o corpo contra demandas e mal olhado;
    Água do mar - para limpeza de influências ruins e energias negativas, purificando, reforçando e renovando o lado positivo;
    Água de cachoeira- leva todas as impurezas e desequilíbrios de ordem espiritual, material e física, neutralizando fluídos negativos, abrindo novos caminhos.
    Velas – uma branca, uma preta e branca, uma rosa quando o batizante for criança e quando adulto, as velas serão referentes ao Pai e Mãe de cabeça.
    Flores – Rosas brancas.

Durante a cerimônia de Batismo o padrinho estará firmando uma vela branca para Oxalá, a madrinha a vela rosa de Cosme e Damião e/ou pai e mãe de cabeça e o Pai Pequeno fazendo a firmeza com a vela de Preto-velho, todos vibrando positivamente através da imposição da mão direita, transferindo para o afilhado sentimentos como determinação de fé, benevolência, caridade, humildade, fraternidade, equilíbrio, simplicidade e amor, que deverão ser aplicados durante toda sua vida.

Caso haja interesse em fotografar a cerimônia é expressamente proibido fotos do rosto das Entidades participantes do evento.

Após a benção final da Vovó Catarina os padrinhos deverão assinar o Livro de Ata para oficialização do Sacramento.

A escolha dos padrinhos deve ser feita por afinidades e laços afetivos e não por interesses pessoais ou por condição hierárquica dentro do Templo.

Os padrinhos têm como missão acompanhar e zelar pela conduta moral e encaminhamento espiritual de seus afilhados dentro dos preceitos da Umbanda, comprometidos com a continuidade de sua vida religiosa e da missão que lhe foi atribuída, velando e orando por seu bem estar.