• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

Ritual de Coroação dos Filhos de Santo

OBJETIVO


Definir o conceito, necessidade e fundamentos do ritual da coroação dos filhos de Santo no Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde.

DEFINIÇÕES

O Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde adota como compromisso e laço espiritual, afirmando as obrigações e deveres do Templo em relação aos Filhos de Santo e destes com o Templo, a coroação através do cruzamento de fitas, caracterizado nas cores do Pai, Mãe de cabeça do filho coroado e do Comandante de Direita do Templo caboclo Pena Verde.

A coroação representa o vínculo e o estreitamento espiritual do Filho de Santo e suas Entidades com os Orixás e Entidades de Comando do Templo.

Este vínculo representa as obrigações do Filho de Santo no cumprimento das normas estabelecidas pelo Templo no aspecto comportamental, disciplinar, respeito à hierarquia estabelecida, mas principalmente aos aspectos de desenvolvimento, aprendizado e evolução espiritual. Cumprimento dos deveres relacionados às firmezas, descarregos e observação do culto às Entidades e Orixás de Comando deste Templo.

DO RITUAL

O Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde instituiu que após 18 meses da iniciação na Corrente do Terreiro, os filhos de Santo estarão aptos a serem coroados, salvo se não se adaptarem as normas e não corresponderem às expectativas e necessidades do Templo.

As coroações são feitas pela Entidade Chefe de Direita Cabocla Jurema, em cerimônia realizada no Santuário de Umbanda do Montanhão, salvo uma exceção justificável, será feita no Templo.

Esta coroa somente será substituída no caso de estar danificada ou perda, quando será feita uma nova coroação. Estando a mesma danificada deverá ser entregue no Cruzeiro do Santuário, tão logo receba a nova.

No ritual a Cabocla Jurema entrega a fita em uma de suas extremidades ao Filho a ser coroado, pedindo que o mesmo firme positivamente suas intenções de compromisso com o Templo e os preceitos da Umbanda de respeito e doação aos objetivos e obrigações que lhe são atribuídos.

Durante o cruzamento das fitas são feitos 7 nós que significam Fé, Fraternidade, Humildade,Caridade, Equilíbrio, Compromisso e Amor.

Após o entrelaçamento das fitas que se torna a coroa, esta é posicionada pela Cabocla na cabeça do Filho e entregue ao Pai Pequeno para o fechamento do laço que significa o compromisso e respeito com a hierarquia de comando do Templo.

Em seguida a coroação é consolidada através da afirmação com os 02 elementos: sal grosso e água de cachoeira; quando é pronunciado que a partir daquele momento estará sendo recebido como Filho de Santo dando a ele amparo, proteção e orientação e por parte dele o respeito, disciplina e dedicação ao Templo.

Para isso o Filho tem que ser digno da confiança que nele esta sendo depositada pelos Orixás e pela Umbanda.

Esta coroa deverá ser usada em todas as festas e comemorações do Templo e guardada junto às guias de Direita.

Caso o Filho de Santo por qualquer motivo venha a se desligar do Templo, deverá se apresentar pessoalmente a Entidade Chefe presente, entregando a coroa para que seja cortada, caracterizando assim a cessação do vínculo com o Templo.