• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

Oxóssi, Orixá do conhecimento e da perseverança

O Orixá Oxóssi é a divindade que rege o conhecimento, o domínio do saber baseado na vivência e na experiência comprovada. Aquele que busca e traz a doutrina e a disciplina através da fé. Desenvolve em nós humanos a força do raciocínio na busca pelo conhecimento, no estar atentos às lições e ensinamentos que nos são impostos a todo momento, principalmente aqueles que nos passam desapercebidos e que se fossem bem assimilados ao longo de nossa existência fariam a grande diferença em nossa formação espiritual. Na perseverante apreensão, no ato de compreender e estabelecer novos horizontes, provocando um movimento contínuo na nossa evolução.

Oxóssi é o Orixá dos caçadores, o Senhor das matas e florestas onde são colhidas às ervas, folhas e raízes. Da força de seus domínios, as matas e florestas, emanam uma energia cósmica envolvente, que nos dá equilíbrio, renova nossas forças, revigora nosso espírito e nos transmite paz, calma e força necessárias para vencer os obstáculos de forma justa, racional, inteligente e até mesmo estratégicas utilizando dos dotes intelectuais no objetivo de uma caminhada obstinada e firme e uma evolução espiritual consistente.

Os instrumentos de Oxóssi são o arco e a flecha. Seu dia é a quinta-feira. Sua cor na Umbanda é o verde.

O Orixá Oxóssi, assim como outros Orixás, possui uma falange de Caboclos e Caboclas que trabalham sob sua imantação transmitindo para os consulentes toda vibração, orientação, conhecimento e poder extraído da energia das matas. Essas entidades não devem ser confundidas com os Orixás. São espíritos que vêm trabalhar sob comando de Oxóssi, alinhados em sua faixa de energia e vibração e sob suas ordens.

Aqueles que têm Oxóssi como Pai de cabeça caracterizam-se como pessoas espertas, rápidas de raciocínio, inteligentes, obstinadas, perseverantes em suas buscas, estrategistas eficientes e organizados, usam de seus requisitos de conhecimento e saber na busca e na defesa de seus objetivos. Constantemente atentos, estão sempre alerta em busca de alguma coisa que traga um propósito e um resultado de valor para ele e para tantos quanto possível, sempre inclinado a novas descobertas. É por isso que é feita homenagem a Ele ao inicio do ano, atribuindo-lhe o poder iniciar um novo tempo, de abrir novas portas e caminhos, iniciar novas jornadas com novos pensamentos e metas, força, coragem e disposição íntima renovada. Seus Filhos medem com consciência seus recursos e conhecimento antes de qualquer enfretamento ou investida. Avaliam com grande ponderação e calma as dimensões dos problemas e obstáculos, a força do inimigo, é neste momento que põem em prática sua inteligência e perspicácia. Nunca desistem de um objetivo quando o consideram justo, significativo e benéfico principalmente para minorias indefesas, normalmente vão até as últimas consequências, mesmo que isso lhe custe muito caro.

Sua saudação é “Oke Caboclo”!

Diz uma lenda africana que Oxóssi morava com sua Mãe Iemanjá e seus irmãos Exu e Ogum. Um dia ele foi caçar nas matas. Como não voltava Ogum foi procurá-lo e descobriu que ele havia ficado com Ossain, que morava nas matas e detinha todo poder das ervas e plantas. Ossain havia dado um preparado para Oxóssi para ele perder a memória. Quando eles retornaram para casa Iemanjá não quis mais receber Oxóssi. Este partiu para as matas e ficou morando com Ossain e Ogum revoltado pela intransigência materna também saiu de casa. Assim foi que Oxóssi passou a deter todo conhecimento sobre as ervas e plantas.

Texto escrito por Rossana Di Natali com a colaboração de Carlos Feitosa, Médiuns do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde.