• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

Escola de Exus e Pombas-gira

 

Na Gira de Esquerda, o Exu Sete Catacumbas e o Exu Rocha Negra explicaram que o Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde , por sua firmeza de Esquerda, aos comandos do Exu Sete Encruzilhadas e Exu Meia Noite, se formou uma Escola de Exus.

Essa Casa, por sua forma de atuação e pela força de comando que tem, tem cada vez mais atraído e abrigado Chefes de falanges de Esquerda que buscam redimir-se, atuando em favor da prática do bem, prestando serviço através da Corrente e dos trabalhos de descarrego realizados neste Templo. Eles, inicialmente, são recrutados e, posteriormente, passam a recrutar e doutrinar novos espíritos em suas linhas de trabalho, atuando sempre sob o comando direto de Sete Encruzilhadas, seguindo sua disciplina e diretrizes com lealdade e respeito, pois se assim não for serão expurgados pela força maior do comando da Casa.

Além disso, são formadas novas falanges por Exus e Pombas-gira, que deixam suas falanges iniciais, estimulados por um novo propósito, para formar as suas próprias quando já possuem características mais definidas e capacidade de liderança. Estas novas falanges são colocadas a serviço da Casa ou vão em auxílio de outras Casas que requerem um maior fortalecimento de sua Esquerda levando com elas a mesma linha de conduta.

Assim como os Exus, as Pombas-gira que da mesma forma desenvolvem características de liderança, assumem e formam falanges sob seu comando.

Além das Pombas-gira e Exus, a Casa tem também atraído cada vez mais entidades da Esquerda como os Ciganos, as Ciganas e os Feiticeiros, que trabalham em linhas próprias de atuação muito diferente dos Exus e Pombas-gira. Somando-se todas essas forças e diversidades, a Esquerda cresce, se desenvolve e se fortalece. Dessa forma, a Esquerda se potencializa e oferece uma proteção mais sólida, tanto na retaguarda dos trabalhos de Direita, quanto de todos os filhos que pedem por ajuda dessa corrente, que dela fazem parte e que nela acreditam e confiam. Essas linhas também seguem o comando do Feiticeiro da Mentora da Casa.

Aliados as Pombas-gira e Exus e também em ascensão e evolução, estão os Exus-mirim, que se apresentam como crianças travessas e alegres e que possuem uma linha de trabalho muito própria também, complementando o trabalho da Esquerda. São responsáveis pela proteção do canal que os médiuns abrem para se comunicar com os Orixás e Entidades, seja pela incorporação, escrita, arte, etc. Esse mesmo canal é utilizado por zombeteiros que aproveitam da sensibilidade de médiuns em desenvolvimento e despreparados e que atraem energias baixas para se manifestarem e atordoarem a mente desse espírito, necessitando da presença forte e atuante dessas Entidades para afastar esses espíritos por meio do descarrego e o desenvolvimento e aproximação dela fortalecendo a sua proteção. Eles também fazem a abertura dos caminhos tirando dos pés amarras e energias que não permitam o seguimento das missões e dos caminhos dos espíritos em Terra, quebrando demandas, afastando invejas e vinganças. São entidades de extrema importância e que estão sempre presentes nos trabalhos de descarrego, auxiliando e atuando quando necessárias.

O trabalho de descarrego, enquanto ajuda o espírito encarnado que está sendo limpo das energias negativas, ajuda também diversos espíritos desencarnados e perdidos que acabam se prendendo a essa matéria. São espíritos zombeteiros, maldosos e aproveitadores, erroneamente chamados de Exus e Pombas-gira, que muitas vezes precisam de ajuda, mas que não sabem e não tem forças para buscá-las e que muitas vezes nem queriam causar mal àquela pessoa, mas que são atraídas por ela sugando suas energias, passando e aumentando suas aflições e desespero, fraquezas e inseguranças. São espíritos rebeldes, que não aceitaram sua partida ou que se foram com raiva, ódio, angústias, e outros sentimentos de baixa energia e que não puderam buscar nem receber ajuda. No descarrego esses espíritos são afastados da matéria e espírito da pessoa na qual atuam, e são “aprisionados” para poderem ser trabalhados orientados e disciplinados pelos Exus e Pombas-gira, alinhados na Corrente de Esquerda do Templo.

Como Oxalá concedeu a todo espírito o livre arbítrio, esses espíritos “aprisionados” escolhem se querem ou não a ajuda das Entidades da Esquerda, e se quiserem, serão divididos entre as falanges para serem redimidos e doutrinados nas leis e características de cada uma delas. A maioria opta pela ajuda, pois antes não sabiam dessa escolha que tinham, mas aqueles que não a querem voltam a Terra, porém não mais naquela pessoa que fez o descarrego, mas em outras que em estado de baixa energia e sentimentos ruins, os atraem.

Quem determina a linha que cada novo Exu vai se desenvolver e seguir, são os Chefes de falange que sabem pelas características de cada um onde terão melhor adaptação e melhor atuação. Além das diferentes falanges de Exus, Pombas-gira e Exus-mirim, eles também podem seguir as linhas dos Ciganos e Feiticeiros. Eles então passam por um processo longo até se tornarem Exus é um processo de aprendizado e evolução até poderem trabalhar em pró da caridade.

São muitos os caminhos que esses Exus podem seguir já com uma evolução e luz conquistada, podem escolher trabalhar na Esquerda ou na Direita, ou podem desenvolver características tão próprias que podem se desprender de suas falanges para formar novas falanges, como, por exemplo, o Exu Rocha Negra que pertenceu inicialmente à falange do Exu Pedra Preta e hoje forma sua própria linha, a de Exus doutrinadores, e assim como muitos outros.

Pela força da corrente da casa, pelo grande número de Médiuns tanto da Corrente quanto nos Consulentes e pela grande quantidade de descarregos, e principalmente pela firme atuação de seu Comando de Esquerda, Exu Sete Encruzilhadas, Exu Meia Noite, Pomba-gira Jandira, Diana e Maria de Holanda, o TEUCPV se tornou uma Escola de Exus e Pombas-gira, atraindo muitos chefes de falange que através dos trabalhos da Casa se aprimoram e recuperam novos Exus para suas falanges, formando novos Chefes de falange também pela evolução alcançada através de muito trabalho a serviço do bem e da caridade.

Escrito por Renata G.Costa, Médium do Templo de Umbanda Caboclo Pena Verde, em 10/08/2012