• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

Nossos Pedidos a Espiritualidade

Deus nos criou a sua imagem e semelhança, portanto somos todos espíritos, fruto deste mesmo Deus. Deu-nos a sua luz, que é o amor, nos deu todos os sentimentos, os bons e também os ruis, e nos deu o livre arbítrio. E é através dos nossos sentimentos que interagimos com o mundo e a vida, e temos a liberdade, através deste livre arbítrio de tomar nossas decisões, atitudes e fazer nossas opções.

Deus nos criou a sua imagem e semelhança, portanto somos todos espíritos, fruto deste mesmo Deus. Deu-nos a sua luz, que é o amor, nos deu todos os sentimentos, os bons e também os ruis, e nos deu o livre arbítrio. E é através dos nossos sentimentos que interagimos com o mundo e a vida, e temos a liberdade, através deste livre arbítrio de tomar nossas decisões, atitudes e fazer nossas opções.

Com pequeníssimas exceções, tudo o que somos, tudo aquilo que já passamos e onde estamos neste exato momento, esta totalmente relacionado com nossas escolhas, portanto a maioria dos nossos problemas também tem como principal causador, nós mesmos.

É comum quando estamos enfrentando algum problema, pedirmos ajuda, e quando está ajuda é pedida para a espiritualidade, ela sempre vem sob a forma de orientação, pois a definitiva solução da maioria das coisas que nos atinge e nos aflige vem através e em função do nosso crescimento espiritual.

Mas somos humanos, egoístas e de visão espiritual curta ou até nula, e por isso sempre insistimos em uma solução “mágica”, mais fácil, e esperamos e, às vezes até exigimos que a espiritualidade nos atenda, como se isso fosse uma obrigação. A espiritualidade, na sua complexa simplicidade, é extremamente inteligente e vai nos atender, mas antes de oferecermos uma vela, um “trabalho”, uma oferenda, ou seja lá o que, é necessário que os nossos pedidos também atendam a princípios básicos e também simples:

Principio da justiça:

Nós não estamos sozinhos neste mundo, e os nossos problemas sempre tem o outro lado, que podem ser ou envolver pessoas ou tantas outras partes diretamente envolvidas, que também tem as suas ou até as mesmas razões ou motivos, e a solução dos nossos problemas também podem afetá-los, e isso é sempre devidamente avaliado pela espiritualidade.

Principio do é possível:

Nem tudo o que pedimos é possível, um exemplo extremo para entendermos, seria um caso de uma pessoa próxima e muito querida, nova ou velha, não importa, que sofre de uma doença terminal e nosso Pai Oxalá já determinou a sua passagem, nesse caso temos que entender que ninguém sofre mais do que o necessário e além do que pode suportar, mesmo que isso esteja ligado a um resgate, a uma provação. Se este fato aconteceu a uma pessoa próxima e nos afeta tanto, é porque também traz algum motivo para estamos junto nesta provação.

Principio do merecimento:

As coisas não caem do céu, ou são colocadas como frutos maduros a beira de uma estrada, para alcançarmos algum objetivo é necessário aprendizado, trabalho, direção, paciência e tudo mais que estamos cansados de saber. Portanto precisamos avaliar o quanto já fizemos, se já fizemos o suficiente e da maneira correta, para reunirmos o mínimo de merecimento, que nos de a condição de sermos agraciados com a ajuda que nos leva ao objetivo almejado.

Principio da fé:

De nada adianta escrever em um papel o nosso pedido e acender uma vela, a leitura que a espiritualidade faz é da energia e da fé que estamos colocando em nosso pedido, no seu intuito e se esse intuito é de verdade algo que possa nos beneficiar de alguma forma sem prejuízo de qualquer outra coisa ou pessoa.

Principio do tempo certo:

A espiritualidade é inteligente e organizada, se os nossos pedidos são justos, possíveis, merecidos e foi feito com fé, seremos atendidos, porém nem antes e nem depois, seremos atendidos no melhor tempo, ou seja, no tempo certo, quando estivermos preparados ou mais necessitados, e isso por mais que nos desagrade, eles têm a precisão milimétrica para poder avaliar.

Texto escrito por Milton Norgini, Médium do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde em 25/07/2014