• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

Hierarquia dentro do Templo de Umbanda

Desde que nascemos aprendemos que nosso pai de sangue é o chefe do lar, a ele cabe nos proteger, amparar, trazer o alimento para casa e a nossa mãe cabe também nos proteger, nos educar ,nos dar carinho e a ambos devemos respeito e gratidão. Em algumas casas esta Hierarquia é clara e outra as figuras se invertem e em outras ou ou outro são as duas coisas juntos, assim como em casas onde os pais são aqueles que nos criaram, mesmo assim temos clara a quem cabe o comando da casa onde vivemos.

Depois vamos para escola, onde no topo da Hierarquia esta o diretor que normalmente é um professor melhor graduado e com mais experiência, ou hoje na maioria dos casos ele é o dono da escola. Temos respeito e até medo, pois que já ouviu a frase "você vai para diretoria conversar com o diretor" já tremeu de medo ou no mínimo se comportou em respeito a ele. Quanto aos professores na minha época tínhamos o mesmo respeito ao ponto de nos levantarmos ao vê-lo entrar n sala e só sentávamos quando ele mandava. Hoje se perdeu um pouco ou muito deste respeito com o professor, mas este não vem ao caso.

No trabalho temos claro em nossa mente quem manda, quem esta no topo da pirâmide profissional, o presidente da empresa, os diretores, nosso chefe e assim por diante. Em todos estes ambientes que descrevi acima, podemos questionar a Hierarquia e a Autoridade e isto cria conflitos dentro do Lar, na Escola, no Trabalho e ai o ser Humano quer mostrar que ele pode mais, usa de artimanhas para conseguir o que quer, alinha-se a outras pessoas com o objetivo que conseguir o que quer.

Quem nunca se alinhou a um pai ou mãe para conseguir o que queria ou na escola se unir a um grupo para poder jogar no time ou fazer um trabalho ou ser da turma mais interessante do colégio, e no trabalho para falar mau de alguém que não tinha afinidade ou mesmo ajudar a derrubar um chefe para por outro no lugar.

Até na religiões, outras, isto ocorre como vocês acham que alguém vira Papa, ou Pastor, ou Bispo, ou Aiatolá, todos são escolhidos e destituídos pelo poder do Homem, todos os casos acima, é poder do Homem alinhado com grupos, seu conhecimento baseado no seu estudo e sua influencia política. Não posso me esquecer dos governos, pois a Hierarquia é clara e são colocados lá pelo Homem. Como o Homem é que coloca, não importa aqui de que forma for, ele se acha no direito de tirar o poder e muitas vezes consegue.

Nós fomos criados neste modelo e Hierarquia e aprendemos a respeitar e quando nos sentimos contrariados, frustrados, seja pela inveja, por achar que somos melhor e devemos ter o poder, por que somos cultos sabedores de tudo, queremos ter um espaço no poder para sermos vistos ou nos sentirmos importantes.

Na UMBANDA isto não é assim e se alguém tem dúvida, por favor, pode contestar o que vou escrever agora. Vejamos:

Uma Babá ou Mãe de Santo ou Pai de Santo,como queiram, é designada pela Espiritualidade. por uma Força de Comando que a acompanha desde que a este mundo ela chega, vem designada e tem uma missão a cumprir dada por Oxalá, ele foi preparada para isto na Espiritualidade e no seu acompanhamento enquanto aqui na Terra esta Força de Comando a Educa, Protege e Prepara para que ela reine absoluta, disse Reine e caberá a ela desenvolver o seu reinado e comandar o seu povo através dos preceitos da religião, dos Orixás e Entidades.

O Homem por mais poderoso que seja não escolhe e nem prepara uma Mãe de Santo ou Pai de Santo, apenas a ajuda através de sua dedicação, fé, amor e do trabalho que lhe é designado por ela a ajudar a divulgar, orientar e desenvolver o Terreiro e a Casa.

Não existe, eu não conheço, uma outra religião ou forma de grupo social onde a Hierarquia é definida por Deus, no nosso caso Oxalá.

Logo só cabe ao Homem que escolhe a Umbanda como seu caminho de fé, de amor, aqui na Terra, Obedecer e Aprender com ela pois ela esta nos preparando para o mundo Espiritual que ao chegar a hora iremos vivenciar novamente.

Na Hierarquia abaixo dela, os Ogãns os primeiros abaixo dela porque através dos atabaques e dos cantos convocam os Orixás e Entidades, seguido do Exu que através da incorporação do irmão escolhido que cuidará dos Descarregos, seguido de Pai Pequeno, Ponteiros, suas Cambones, pessoal da organização da casa, todos sem exceção são escolhidos pela Babá e ela pode também alterar e destituir da função caso isto seja para o bem da Casa e de sua Missão.

Só ela tem o poder de definir quem irá vestir roupa branca e adentrar a corrente, nada tem a ver com afinidade ou proteção a alguém, mas sim com a Proteção da Casa e da Missão que a ela, só a ela, Oxalá destinou.

Vestir branco é saber que a partir daquele momento você assumiu um compromisso sem volta com ela e por consequente com Oxalá e toda a Espiritualidade.

Não existe poder nisto e sim só Obrigação, feita com Amor, Dedicação e Fé.

Aquele que se arrepende ou depois diz não estava preparado, não quere mais, a Umbanda dá o livre arbítrio para isto, mas entenda que lá na frente terá que aprender tudo de novo, de forma mais dura, mais persistente mas não aqui na Terra e sim na Espiritualidade.

Para conquistarmos tudo ou qualquer coisa que queremos temos que trabalhar duro e persistentemente, na Umbanda não é diferente, pelo contrário o trabalho é maior.

Que bom termos uma Babá que nos ensina, é paciente, nos ouve, é caridosa nos afaga e da carinho, nos alimenta a alma com as suas mensagens que são dos seus Mentores Espirituais, nos força quando parecemos que vamos fraquejar, e a única coisa que nos pede em troca é vivam a Umbanda Intensamente respeitando o que ela nos ensina, desenvolvam-se pois preciso de vocês evoluídos dentro da Caridade, Fé, Perseverança, Amor e pratiquem com vocês e com os outros onde estejam, dentro ou fora do Terreiro.

Nos da exemplo de Humildade, pois embora ela seja a Escolhida e Preparada na Espiritualidade, nos abraça, nos beija e agradece Quem pode vê-la nos trabalhos da Corrente Médica, beijando as mãos dos Espíritos de Cura através das mãos dos médiuns, servindo e auxiliando estes nas vibrações de cura, embora tenha com ela Edwiges a Santa que comanda os trabalhos.

Irmãos cabe a nós protegê-la e auxiliá-la naquilo que nos orienta e pede, sem discutir, sem desculpas e não confundirmos mais a Hierarquia deste Terreiro de Umbanda, respeitarmos as Normas da Casa, para com o achismo com seu jeito de agir ou fazer e sim vamos estudar mais, trabalhar mais pois no final tudo isto vem para o nosso Bem.

Texto escrito por Luiz Carlos Magalhães, médium do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde em 06/03/2016