• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

Humildade

Inspirados em nossos grandes exemplos de humildade que são os pretos-velhos, seguem reflexões dos filhos da casa sobre o tema.

 

Por Isadora:

Saravá os nossos amados pretos velhos e suas lições de vida, sempre com muito amor, fé e humildade, nos trazem a mensagem de que ninguém é melhor ou pior que ninguém, tratar ao próximo como a si mesmo, aprendendo que cada um tem o seu valor, cada um em sua missão e evolução!

Humildade também é saber o nosso limite, não somos nem seremos nunca autossuficientes, a interdependência que temos uns com os outros é o que nos constitui, ninguém se faz sozinho e se estamos em sociedade é para aprendermos e crescermos uns com os outros, exercitarmos o respeito e o amor de sermos verdadeiramente UMA BANDA. 

 

 Por Maura:

Uma das caraterísticas de Jesus Cristo foi a humildade, pois a Bíblia diz que Ele "sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz" (Filipenses 2:6-8). Lendo isso lembrei de um conselho que meu preto velho Joaquim deu pra um consulente, nem foi um conselho, foi uma comparação:

"imagina esse preto velho, que no açoite olhava aos céus e pensava porque estava passando por aquilo e pedia perdão pelo que não se alembrava e que se considerava igual a todos os mesmos homens que o açoitavam, que tinha fé que o grandão olhava por eles igualmente... tanto a ele que era açoitado e tanto ao que o castigava..."

É olhar o outro com os olhos do outro... se colocar no lugar do outro, julgar menos, se policiar mais... perceber que atitudes que você "julga" inadequada é aquela que você pratica e não percebe e, ter a humildade de aceitar isso e de se permitir mudar... 

 

Por Milton:

Humildade é acima de tudo ter respeito.

Poucos países tem leis tão completas e complexas quanto ao nosso, e porque estamos nessa "draga"? Porque não as respeitamos.

Nós não respeitamos o nosso semelhante, os menos favorecidos, os idosos, a fila, o semáforo e etc., porque queremos sempre levar alguma vantagem, nos sobressair estar em evidência.

Para não alongar vamos levar o tema até o nosso terreiro, onde devemos ter respeito aos Orixás, as entidades e a nossa Babá. Ter respeito as entidades não é inventar rituais cheios de "salamaleques " sem nenhuma utilidade prática, é tentar sentir e se conectar às suas energias e procurar entender o que cada uma significa.

Respeitar as entidades chefes não é só reverenciá-las ou bater a cabeça, é procurar entender e colocar em prática tudo aquilo que elas se esforçam em nos dizer com linguagem simples e objetiva todas as quartas feiras.

E respeitar a nossa Babá, nossa mentora autoridade máxima do terreiro não é beijar a sua mão, é acatar as suas orientações

 

 Por Carlos:

Orgulho e vaidade são proveniente do ego exacerbado e primitivo, faz parte do DNA da humanidade, dos espíritos dotados ou não da matéria, matéria que nos permite habitar este mundo e outros próximos com estas mesmas características de expiações depurativas.

Todos nós carregamos estas deficiências em menor ou maior intensidade, somente o trabalho árduo, perspicaz, obstinado, sofrido, arrancando dolorosamente das entranhas do espírito na buscar para no mínimo, amenizar ao máximo esta intensidade, dada a enorme dificuldade, mas por maior que sejam nossos esforços ainda não estaremos totalmente isentos dela, esta é uma marca deste mundo, mesmo que em algum momento este, passe de expiação para regeneração, o que demandará ainda muito tempo.Não estamos minimamente prontos para nos livrarmos desse mal neste mundo.

Por outro lado, a humildade em seu maior e único significado, não é coisa deste mundo e nem de planos espirituais próximos a ele, é uma pratica muito natural, diria, divina, totalmente espontânea e inconsciente, inerente dos maiores escalões de luz da espiritualidade, de planos muito elevados. Somente ao longo de muitas vidas de muito aprimoramento evolutivo, poderemos alcançar tal virtude. E essa busca é a luta maior e mais importante de nossa missão, vida após vida, até que se torne parte natural do espírito e possamos chegar minimamente mais próximo a Deus.

Não se percebe ser humilde, simplesmente se é sempre, a todo instante a todo momento, se pensa assim, se age assim, é como respirar é ato da vida em espírito aprimorado em sua luz. Em meio aos componentes da humildade fazem parte outras virtudes, por isso temos que ter muito cuidado quando nos dissermos, humildes, honestos e verdadeiros na essência. Estas virtudes são da mesma forma práticas muito espontânea, muito natural, como disse não se percebe que é, estão implícitas.

O estar neste mundo tem como principal propósito esta busca e quando ela e alcançada, este espírito fará tudo mais de forma mais pura e natural sem qualquer ruído ou interferência, e uma dessas coisas é amar de uma forma mais próxima do amor de Deus. 

 

Por Magalhães:

Humildade não é se achar inferior ao outro mas reconhecer que nada aprenderá caso se negue a correr os riscos que veio aqui nesta vida passar. Para isto deve caminhar pelos caminhos que Oxalá lhe coloca a frente sem questionar por que você visto que ele sabe da sua capacidade de superar. Somente assim você crescerá e evoluirá.

Oxalá não compara seus filhos ele apenas coloca o caminho que cada um tem para evoluir.

Esta é a Humildade que os Pretos Velhos colocam em nossas mãos. Ter a certeza que Oxalá só quer a nossa evolução e confiar que nós temos a capacidade de tudo superar com nosso próprio esforço. Os Preto Velhos nos dizem que esta é a verdadeira Fé que devemos ter. O concluir este caminho nos tornará evoluídos e a coroação desta evolução só poderá acontecer se tivermos o Amor puro e simples que os Pretos Velhos nos ensinam dia após dia.

Que cada Preto Velho que compõem a nossa Corrente de Amor e Luz abençoe a todos.

Boa noite irmãos amados.