• Seja bem vindo !

    Este site foi criado com o objetivo de divulgar a Umbanda e seus ensinamentos, atingindo não apenas os que frequentam nosso Templo, mas todos que se interessarem pela religião. Aqui você encontrará textos sobre rituais e normas de nossa Casa, reflexões da nossa Mentora, preleções das Entidades Chefes, temas desenvolvidos por médiuns da Corrente e de Saúde e Medicina Espiritual. Leia Mais
  • Nosso Livro

    O livro "Mensageiros da Espiritualidade" traz relatos ditados pelas Entidades Chefes e pela Mentora Espiritual do Templo Espiritual de Umbanda Caboclo Pena Verde, em um manifesto aos seus filhos, frequentadores e à humanidade, sobre os preceitos e conduta que regem a Umbanda Sagrada nos dias atuais... Leia Mais
  • Conheça nossa página do FaceBook

    https://www.facebook.com/Templo-Espiritual-De-Umbanda-Caboclo-Pena-Verde-212423025776472/ Leia Mais

Dia de Xangô

Orixá que nos orienta a sermos justos.

Primeiro com nós mesmos. Como assim?

Tudo o que você cobra do outro é o mesmo que você cobra de você?

Você sabe ouvir para ser ouvido?

Você dá carinho para receber carinho?

O seu desejo num cumprimento é Verdadeiro, quando fala bom dia para alguém você quer mesmo que ele tenha um bom dia?

As suas palavras são verdadeiras ou você só as joga ao vento?

Você abraça constantemente as pessoas para poder receber abraços delas?

Em vez de reclamar que não recebeu orientação você buscou por livre vontade o conhecimento?

Você diz que não aquenta mais ficar sozinho mas abriu seu coração sem medo para alguém?

A Justiça não refere-se só a Lei do Homem mas sim a Lei do Universo.

Lembre-se temos que Plantar para Colher; Temos que Dar para Receber, temos que Compartilhar para sermos convidados a receber a nossa parte.

Não adianta fazer com objetivo de receber algo em troca pois os Orixás não barganham.

Dar, Doar, Compartilhar são atos Fraternos e se faz pelo simples motivo de ficarmos felizes em fazê-lo.

Amar pelo simples prazer de alimentar a nossa Alma.

Ser Justo pelo simples fato de ser está a Verdade.

 

Sarava Xangô